quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

NOSSOS COMERCIAIS POR FALOR II


Criar personalidade para as camisas US Top, mostrando que a marca transcendia aos conhecidos jeans. Esta foi a missão passada pela Alpargatas para a Talent, em 1984.Na agência, a dupla Ruy Lindenberg e Marco Túlio Fagim desenvolveu um personagem de forte empatia com o homem comum, sem atributo físico ou intelectual excepcional, mas que sabia escolher adequadamente suas roupas e, assim, conquistava reconhecimento social superior.

O slogan resumia a idéia: “O mundo trata melhor quem se veste bem”.Para levar tal enredo ao vídeo, o protagonista Fernandinho foi encarnado pelo ator Damy Roland, integrante da banda de rock Metrô, que fez sucesso nacional na década de 80. O chefe que elogiava a elegância do subordinado (“Bonita camisa, Fernandinho!”) era interpretado pelo ator e diretor italiano, radicado no Brasil, Nello de Rossi (que atualmente comanda uma cantina, que leva seu nome, no bairro paulistano de Pinheiros). A magia se completou com a tarimba de Dorian Taterka, que dirigiu o antológico primeiro filme, que deu origem a uma série de outros sete, sempre com o mesmo approach vitorioso.

Fonte: Portal da propaganda ---> http://www.portaldapropaganda.com/

Buenas Amigos!
Lui Macedo

Um comentário:

Kátia Campos disse...

Sou fascinada por propaganda.
Teve uma que fez um baita sucesso: "o Boko Moko".
Procura saber e vc vai adorar.
Que bom que o sol saiu hoje, né?
Sou movida a energia que emana dele.
Bj