quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Vamos curtir um som?

A Partir de hoje todos um dias um clip será postado aqui no Blog. Quer escolher uma? fácil, é só deixar seu comentário (pedido), aqui no espaço "comentários" que eu posto seu pedido aqui.

Mas a musica de hoje eu mesmo vou escolher. Todo Azul do mar, lindíssima musica da Banda mineira 14 Bis.

Gostaram da escolha?

Assistam, ouçam !

Buenas Amigos
Lui Macedo

FOTOGRAFIA: Ana Mokarzel

Movimentos de fe

Quer comprar?

Relento

Lixo???

Escapadinha

Consumida - Corsumida

Angel

A beira da estrada
...
...
Todas as fotos de Ana Mokarzel sao maravilhosas e quiz compartilhar algumas delas aqui no Blog. Ana e brasileirissima e reside em Belém - Pará, Brasil . Mas nao perca tempo veja mais do trabalho dela clicando aqui --> www.olhares.com/anamokarzel
Buenas Amigos!
Lui Macedo

Os 100 mais: Construção (Chico Buarque, 1971)

Construção é o álbum do cantor e compositor brasileiro Chico Buarque. O disco foi lançado em LP em 1971.



Numero 4

Álbum
"Construção" foi o quinto disco do cantor carioca. Lançado em um dos períodos mais críticos do Regime Militar, o álbum representa uma mudança no trabalho do artista. Se antes Chico harmoniza Bossa Nova com composições veladamente críticas à ditadura brasileira, em "Construção" o cantor mostrou-se mais ousado - como mostra os versos iniciais de "Deus lhe Pague", faixa que abre o LP ("Por esse pão pra comer, por esse chão pra dormir"). Em "Samba de Orly", parceria com Toquinho e Vinicius de Moraes, Chico canta abertamente sobre o exílio - o que fez com que a canção fosse parcialmente censurada. A faixa-título é uma crítica sobre um homem que trabalhou arduamente até sua morte. Não faltaram também o lirismo característico do artista, como demostrado em "Olha Maria" e "Valsinha".
"Construção" foi eleito em uma lista da versão brasilieira da revista Rolling Stone como o terceiro melhor disco brasileiro de todos os tempos

Faixas
1 -Deus lhe pague (Chico Buarque)
2 -Cotidiano (Chico Buarque)
3 -Desalento (Chico Buarque)
4 -Construção (Chico Buarque)
5 -Cordão (Chico Buarque)
6 -Olha Maria (Chico Buarque - Tom Jobim - Vinicius de Moraes)
7 -Samba de Orly (Chico Buarque - Toquinho - Vinicius de Moraes)
8 -Valsinha (Chico Buarque - Vinicius de Moraes)
9 -Minha história (Gesubambino) (Dalla - Pallotino)
10 -Acalanto (Chico Buarque)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

TOSTINES VENDE MAIS PORQUE E FRESQUINHO? OU E FRESQUINHO PORQUE VENDE MAIS?

video

Esta era a pergunta que mais martelava na cabeça dos jovens no final dos anos 80. Com uma maneira despojada e cómica de divulgar seus produtos, Tostines fazia esta pergunta sempre nos finais de seus comerciais de TV. Fantástico comercial, bem curtinho, mas que marcou e que ate hoje nao sabemos responder. Afinal de contas, Tostines vende mais porque e fresquinho ou e fresquinho porque vende mais?

assistam e mate sua saudade de mais um comercial dos anos 80!

Buenas Amigos!

Lui Macedo

POESIA


"ENVELHECER FELIZ"
* (que deriva do )

Olhar a vida,
depois dos anos passados,
é perguntar ao tempo
o que foi feito mesmo
do tempo que nos foi dado.

Sentir que os cabelos embranqueceram,
os filhos sempre pequenos, cresceram;
apareceram deles outros herdeiros
e que tantos carnavais vividos
é sempre um convite para vive-los mais.


Peguei apenas um trecho da Poesia de Roberto Caldas e colaboração de Tete. Mais adorei muito estas duas estrofes inicias, elas falam bem a que e chegar ao envelhecimento e exatamente da mesma maneira que eu penso sobre o que é velhice.